fbpx

5 principais métricas para e-commerce que todo gestor deve acompanhar

022020 BLOG Guest Post The 5 Key Metrics Every Ecommerce 1024x647 1 1024x480 - 5 principais métricas para e-commerce que todo gestor deve acompanhar

Por trás de todos os negócios de sucesso no e-commerce, há algumas métricas para e-commerce sólidas (e bem rastreadas). Sem bons dados, é quase impossível entender como a sua operação está executando ou identificar áreas para melhoria.

O hábito de examinar regularmente métricas importantes pode informar as próximas etapas para os negócios – como aumentar sua equipe, expandir sua linha de produtos, renovar seu site ou obter empréstimos para pequenas empresas – fornecendo dados detalhados sobre todos os aspectos da empresa. seu funil de vendas.

Embora o número de métricas que você possa rastrear seja ilimitado, as principais áreas a seguir devem sempre ser rastreadas para fornecer uma base sólida para sua operação de comércio eletrônico.

1. Taxa de Conversão de Vendas

Provavelmente, você já está acompanhando esses dados até certo ponto. A taxa de conversão de vendas refere-se simplesmente ao número de vendas que você faz em relação ao número de visitantes que acessam seu site. Portanto, se você tiver 100 visitantes e 50 deles fizerem uma compra, sua taxa será de 50%.

Taxa de conversão de vendas = número de vendas / número de visitantes

O rastreamento desses números é fácil através do Google Analytics, que fornece dados detalhados sobre em que plataforma o usuário está, qual navegador está usando e em que região está localizado. A localização de padrões no seu conjunto de dados pode informá-lo sobre como melhor é a experiência do usuário em seu site e, por sua vez, aumento da suas vendas. Além disso, implementar o teste A / B é uma maneira simples de identificar elementos da sua loja virtual que podem ajudar ou prejudicar sua taxa de conversão.

2. Tráfego do site

O tráfego do site é a força vital de qualquer e-commerce. Quanto mais visitantes você recebe, maior a probabilidade de conseguir vendas. Mas, além de simplesmente rastrear o número de visitantes, você também deve consultar outras métricas para fazer melhorias.

Um dos dados mais importantes é a sua fonte de tráfego. Refere-se a como seus visitantes estão encontrando sua loja virtual e se o tráfego dessa fonte está levando a vendas. Por exemplo, você pode perceber que está obtendo 40% do seu tráfego total do Instagram, mas não configurou uma loja diretamente na plataforma. Depois de permitir que os visitantes façam uma compra diretamente no Instagram, você poderá ver sua taxa de conversão passando por essa fonte de tráfego específica.

Ou então, observe que 50% de suas vendas são de usuários móveis, mas sua loja não é otimizada para dispositivos móveis. Melhorar isso terá um efeito significativo no seu desempenho.

3. Ticket (valor) Médio do Pedido

Isso é bastante auto-explicativo. Se você possui vários produtos em sua loja, saber o valor médio de seus pedidos pode fornecer uma boa ideia de como seus produtos estão em geral. Por exemplo, digamos que você vende roupas, e tem produtos que variam de R$15,00 a R$ 99,00. Se o valor médio do pedido for de apenas R$25,00, isso significa que a maioria de seus clientes está comprando seus produtos mais baratos.

Aqui está a fórmula para obter o ticket médio do pedido:

Receita total / número de transações = valor médio do pedido

Ter esses dados à mão pode orientá-lo em relação às etapas que você pode executar para melhorar esse número. Você pode oferecer combos ou produtos com desconto, frete grátis para pedidos acima de um determinado valor ou dar atenção especial a um de seus produtos de alta qualidade em suas próximas divulgações.

4. Clientes que Retornam

As melhores empresas sabem como reter clientes fiéis que retornarão para fazer compras adicionais. Se você não tem clientes que retornam, é um sinal de que precisa fazer melhor, já que algo claramente não os envolve o suficiente para solicitar um retorno.

Confira seus dados sobre seus novos clientes e clientes recorrentes, até a receita total gerada por cada segmento de cliente. Essa é uma métrica importante para acompanhar não apenas suas vendas, mas também para ver como você está indo em termos de áreas como qualidade do produto e atendimento ao cliente.

5. Valor da vida útil do cliente

Se você já está acompanhando as taxas de conversão e retorno dos clientes, agora é hora de analisar o valor da vida útil de cada cliente. Isso lhe dará uma visão geral de quantos negócios um cliente gera.

Para calcular isso, você precisa conhecer o valor médio do pedido (mencionado acima) e o valor total do pedido para um cliente individual, número de compras e o período durante o qual eles compraram na sua loja.

Digamos que o valor médio do pedido seja de R$ 25,00 mas alguns clientes estão fazendo compras de R$ 200.00. Agora vamos nos aprofundar e ver quantos pedidos eles fizeram durante um determinado período. Pode ser três compras separadas por um ano ou duas compras em dois meses.

Essas métricas podem indicar o vida útil desse cliente, com projeções de quanto eles trarão receita durante um determinado período de tempo. Quanto mais informações você tiver, melhor poderá prever o valor médio da vida útil do cliente.

Métricas de rastreamento são boas para os negócios

O monitoramento de métricas não é bom apenas para aumentar as vendas da sua loja virtual e atrair clientes, mas também para o seu negócio como um todo. Com os dados corretos, você saberá exatamente o que precisa fazer para manter sua empresa prosperando.

Se tiver dúvidas obre como fazer estes cálculos ou precisa de uma ajuda de um consultor de e-commerce, clique aqui entre em contato que podemos te ajudar.

Elvis Gomes
Elvis Gomes
Consultor em E-commerce. CEO da Painel10 Consultoria E-commerce. Especialista em e-commerce com mais de 20 anos de experiência no mercado digital atuando com consultoria, SEO e SEM, Usabilidade, estratégia em Marketing para Pequenas, Médias e Grandes empresas
WeCreativez WhatsApp Support
Vamos bater um papo!