santander

O mercado de e-commerce no Brasil deverá crescer 18% neste ano na comparação com 2015 e faturar R$ 56,8 bilhões, segundo dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). Para o especialista no setor e CEO da Painel10 Consultoria E-commerce, Elvis Gomes, o cenário para 2016 propicia que as pequenas e médias empresas, que são a grande porcentagem de lojas virtuais ativas no País, acreditem mais em seus negócios online: ‘o e-commerce se tornou a escapatória de muitas organizações, pela facilidade de compra de seus clientes e a maior exposição da sua marca, aumentando assim suas vendas.’

Se a sua empresa já tem uma página para o comércio online, confira 5 estratégias para turbinar o seu e-commerce:

1. Otimize a loja virtual para aparelhos móveis
O usuário que acessar o conteúdo através de seu smarthphone ou tablet tem a necessidade de visualizar perfeitamente o site: home, páginas da categoria, de produtos, institucionais e o carrinho de compra. De acordo com Gomes, as otimizações móveis servem para: ‘aumentar a visibilidade em toda a internet, sobretudo nos motores de busca e diretórios comerciais e proporcionar uma experiência ideal para seu usuário.’

2. Foque na Geração Y ou do Milênio
O conteúdo de um e-commerce deve ser de rápido acesso, fácil de usar e com uma navegação clara e intuitiva. Os integrantes da Geração do Milênio deverão representar 75% da força de trabalho do mundo em 2025.

3. Ofereça programas de fidelidade
‘Você pode oferecer algum tipo de benefício para os clientes que mais compram’. Para o especialista, a ação pode estimular o usuário a comprar cada vez mais produtos e serviços da sua marca.

4. Personalize a sua plataforma
‘Compradores online querem se sentir como pessoas’. Gomes sugere opções simples e com custos acessíveis como: incluir a exibição do nome do cliente quando ele está conectado e oferecer carrinhos de compras salvos. ‘Cupons especiais para clientes que retornarem podem ajudar a impulsionar as conversões’, explica ele.

5. Engaje o usuário com o conteúdo
‘Tédio mata uma loja online’, diz Gomes. Para evitar que isso ocorra, os usuários precisam se interessar pelas páginas, pelos produtos e pelos textos. ‘Tente qncontrar um equilíbrio entre enfeitar o conteúdo que você já disponibiliza e introduzir novos conteúdos, como vídeos de apoio.’

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *